13 maio, 2008

58 anos

Largada para o Grande Prêmio da Inglaterra de 1950Voltando a atividade hoje, um dia especial: há 58 anos foi disputada a primeira etapa válida para o Campeonato Mundial de Fórmula 1, no aeroporto desativado de Silverstone, marcando o nascimento da Fórmula 1 moderna.

As favoritas naquele dia eram as Alfa Romeo com seus quatro carros, pilotados por Nino Farina, Luigi Fagioli, Juan Manuel Fangio, e Reg Parnell, que compunham o grid de largada nessa ordem. O tempo de classificação de Parnell foi 4 décimos (o décimo de segundo era a unidade de tempo mais precisa utilizada na época) mais veloz do que a volta mais rápida do príncipe B Bira, quinto com Maserati. A vitória ficou com Farina, seguido de Fagioli e Parnell, com duas voltas de vantagem sobre o quarto colocado, Yves Giraud-Cabantous, com Talbot. As Maserati da equipe Enrico Platé, que vinha de bons resultados nos três anos anteriores e eram as rivais mais fortes, quebraram, oferecendo uma corrida sem resistência para a concorrente italiana.

Fontes: Formula One Facts (foto)

4 comentários:

Fernando Kesnault disse...

Que bom que vc. voltou. Sempre estou a acessar o teu blog, espero que continue a preenchê-lo com os costumeiros dados precisos. Um abraço.

jocasipe disse...

Belo post.

Saúdo este regresso.

Rafael Assis disse...

Ótimo Blog com histórias que vão alem do asfalto e de um periodo muito legal da F1, gostaria de tirar uma duvida,Mauricio Gugelmin esteve realmente perto da Williams em 1986??Li outro dia que ele era o piloto preferido de Frank para ser Test driver??E em 1989 ele foi procurado pela Benneton para assinar contrato para 1990 mas ele não quis quebrar o contrato com a Leyton House??
Obrigado

Anônimo disse...

É a primeira vez que visito este Blog,mas como gosto muito de automobilismo,sempre que posso vejo vídeos e outras coisas relacionadas à fórmula 1!Gostei muito do Blog,e assim tive a oportunidade de conhecer um pouquinho mais sobre esse esporte e saber como era a fórmula 1 de antigamente e como é a fórmula 1 de hoje,a constante evolução que os seus carros vêm sofrendo...O que me chama a atenção nesses carros é como a chamada célula de sobrevivência está cada vez mais preparada para suportar impactos,prova disso foi o acidente sofrido no ano passado pelo automobilista polonês Robert Kubica que assustou à todos,e ele teve apenas uma torção no tornozelo,o mínimo que poderia acontecer em um acidente como aquele, mas enfim,fiquei muito contente por ter encontrado isto,e poder deixar um comentário,pois como já falei,eu sou um admirador dessa categoria de esporte e dos pilotos,digo ainda que esses pilotos são seres humanos espetaculares,pois não é fácil sentar em um carro com mais de 800 cavalos de potência e fazer o que fazem como era com o nosso saudoso Ayrton Senna e os atuais como Felipe Massa,Fernando Alonso Heikki Kovalainen,Lewis Hamilton,entre tantos outros!

Parabéns

Luiz Henrique França

Blumenau Santa Catarina